Fiéis seguidores

sábado, 11 de dezembro de 2010

Criando ou educando???


Tenho pensado muito sobre isso nos últimos dias. Criar um filho é uma coisa, educar é outra. No meu ponto de vista, criar é dar comida, casa, roupa, coisas essenciais para que uma criança cresça. Isso é bem mais fácil do que educar. Educar é difícil demais! Ensinar valores dignos, o certo e o errado, respeitar o seu espaço e o dos outros, não mentir... Coisas desse tipo que não são nada fáceis, sabe!? Isso de fato é o que forma o caráter de nossos filhos. Não importa se ele veste a melhor roupa, calça o melhor sapato ou é o mais bonito. Importa que todos percebam o quanto ele é educado e não  mimado, daquele tipo que bate nos pais e chora até conseguir o que quer. Se está de castigo, que fique de fato, e que não nos deixemos amolecer por choros ou crises de histeria. Se nós mesmos entrarmos em contradição no manda e desmanda, como vamos cobrar uma postura deles depois? Percebo às vezes, na rua, principalmente em shoppings, o sacríficio que alguns pais passam para demonstrar que os filhos têm uma certa educação. Já presenciei coisas horrorosas. Aí, como tem muita gente olhando, o pai faz ameaças do tipo: "Vou quebrar sua cara se continuar com isso" ou "Quer apanhar agora ou depois?"...aff... #paraomundoqueeuquerodescer#...
Gente, fica claro que uma criança assim só está fazendo o que ela está acostumada a fazer sempre, seja em casa ou na rua. A diferença, é que em casa só os pais veêm. É muito constrangedora uma situação dessas. Bater vai de fato adiantar alguma coisa???É aí que entro na questão de criar e não educar! Lembro que uma vez a Mari, mãe polvo, disse que na casa dela tudo se resolvia com abraço. Assino embaixo dessa posição. Carinho, afeto, ternura e atenção valem muito mais do que um celular, um computador ou um mp5. Se você pode unir tudo isso, melhor ainda!!! Não me preocupo se vou ter dinheiro para pagar o melhor colégio para o Vini, se ele vai fazer natação, inglês, futebol e tocar um instrumento. me preocupo em descobrir quem de fato ele é. Me preocupo em ensinar a importância de estudar,  de ceder a vez, de dizer obrigado - com licença - por favor (Por incrível que pareça, tem criança que não sabe nem isso e acha que tudo deve ser da forma que ela quer.). Me preocupo em estar atenta a mudança no seu rosto, em perguntar como foi a aula, se ele fez amigos. Me preocupo em mostrar que as pessoas são importantes e que cada um tem o seu valor. Me preocupo em ter em casa um ambiente limpo, saudável e exemplar para que ele possa se espelhar. E de todas as minha preocupações, a mais importante é de fato, dar conta de educar o Vini e não apenas criá-lo.

Beijos, beijos, beijos!!!

Ps: Hoje a Folha de São Paulo fez outra matéria sobre o assunto da Giovana. De alguma forma, tentaram se "retratar" do assunto que gerou tanta polêmica entre as mamães blogueiras e que se uniram para lutar contra essa injustiça. Quem quiser ler é só clicar no blog da Giovana.

12 comentários:

  1. Tá cértissima amiga!!! é isso ai mesmo! dificil? sim? impossivél? jamais! eu não gosto de bricar com Samuel na frente de ninguém, pois deve ser muito constrangedor p ele, pois eu já passei muuito por isso, aki em casa para tudo há um limite. e disciplina não mata nenhuma criança! mas até para disciplinar tem que ter muuito amor e carinho!
    bjocas

    ResponderExcluir
  2. Concordo com tudooo! Criar é uma coisa, educar é outra! E qdo falo que não bato, que uso a terapia do abraço, o povo acha que meus filhos são mimados,que somos ETs! Mas não...meus filhos são super educados, compreensivos, super bonzinhos! A prova de que palmada não educa!

    Ontem mesmo uma conhecida me disse que "bateu taaanto" na filha de 3 anos, que fiquei espantada!Tentei convencê-la de que não resolve apesar dela mesma assumir que se descontrola, mas eu que acabo passando por doida, pode?! ahhahaha...

    Beijãooo queridona! =)

    ResponderExcluir
  3. Flor, eu não tiro uma vírgula do que vc disse, e confesso que a educação da Yasmin é algo que me preocupa muito, não pq serei uma mãe ruim, mas pq quero passar os valores adequados pr aminha filha, e vamô combinar que numa sociedade como a nossa, com valores distorcidos isso é uma tarefa difícil, mas não impossível!
    É impossível pra pais que apenas criam, pq educar uma criança é alg que vai além, exige esforço, dedicação e muita, muita paciência.

    Parabéns, adorei o texto!!

    Bjos e boa semana pra vc e pro seu lindão

    Juu e Yasmin
    Fico feliz em saber que não sou só eu que penso dessa maneira,

    ResponderExcluir
  4. Beta, post perfeito!

    Criar qualquer pessoa cria. Mas educar ... são outros quinhentos!

    É uma tarefa super difícil, requer paciência, dedicação e muito, muito amor.

    Mimar é muito mais prático e rápido, mas mimando hoje, teremos uma pessoa super difícil de lidar, sem limites, sem respeito ao próximo no futuro. Por isso, é importante parar e pensar que um NÃO dado com amor, sem gritos, sem autoritarismo e sim como ensinamento é a melhor saída!
    To aqui, doida pro Gui melhorar para o nosso JB de quinta!!!
    um bjãoooooooooooo

    ResponderExcluir
  5. Falou bem, Robertinha !
    Menino mimado é o fim ! Mas educar não é fácil... quando o seu Vini estiver maiorzinho, perto de um ano de idade, vc vai ver como ele já vao mostrar e querer impor as suas vontades. A gente precisa ter paciência, sabedoria e firmeza para tentar impor-lhes limites, enfim educá-los ! OLha, tem selinhos esperando por vc lá no blog... beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi Roberta,
    educar é realmente uma tarefa muito difícil que exige muita paciência, equilíbrio e informação.
    Realmente essas cenas são horríveis e alguns pais não têm nõção de que falar dessa forma é uma agressão e bem violenta.
    Muitos agem assim por falta de informação, por ignorância e ainda acham que estão fazendo bem aos filhos.
    Infelizmente, a falta de informação e preparo é muito grande.

    Eu vi a matéria com a retratação da Folha. Bom ver que a união de todas surtiu efeito.

    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Nem me fale menina, educar é barra!!!
    Aqui em casa que o diga.
    GG não é facil não, mas eu sou firme.
    E sou muito satisfeita com o comportamento dela, tenho que falar. Ela me enche de orgulho.
    Mas não é facil!!!!!
    Tem horas que a gente fica por um fio. E haja paciência.
    Porque é exatamente na hora das crises que a gente tem que educar. Na hora da birra, na hora da teimosia, na hora da desobediência.
    Mas e quem disse que seria fácil? hã? hã?
    BJooo

    ResponderExcluir
  8. Amei o texto e assino embaixo!!!
    Já falei disso lá no nosso jardim e o que vc diz tem tudo haver!!! Adorei!!
    MF, está melhor, sim, obrigada!! JB de pé na quinta, né? Vamos torcer para o Gui melhorar!!
    Bjsssssssss!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi querida!
    Ótimo post amada. É isso mesmo, o difícil é educar, mas com muito amor, pedindo a direção de Deus a gente vai conseguindo.

    Quero te dizer que tenho lembrado do que me pedistes, com relação a creche do Vini. Até cheguei a sonhar com isso, acreditas? rsrsrs.

    Vamos orar e pedir que o Senhor te dê uma direção clara, que encontres uma creche ou alguma solução o quanto antes.

    Beijinhos querida e hoje consegui seguir...rsrs.
    Agora não te largo mais...rsrsrs.

    ResponderExcluir
  10. Platão, Nietzsche, Rousseau, Santo Agostinho, Maquiavel, dentre romancistas e poetas, estão todos simplificados neste belíssimo texto desenvolvido por você, meu amor. Que excelentíssima síntese em torno da educação!

    O homem precisa mais de apreciação do que de pão.

    ResponderExcluir
  11. Amiga
    Tem mais um selinho para vc !

    ResponderExcluir
  12. Ai, eu acho horrivel este tipo de situação que vc citou de pais ameaçando os filhos na rua para eles obedecerem, ou batendo em lugares públicos para quem quiser ver... Educar realmente não é fácil, estou começando a sentir na pele este fato, mas deve começar em casa.
    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...